quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Eu sei...


Acredite, eu sei que não foi nada. Eu sei que no último dia eu estava com álcool demais nas veias, porém consigo lembrar tudo que fiz, e sei que, desta vez, eu não estraguei nada. Enquanto as pessoas moldam os sentimentos e as coisas que sentem, eu só consigo sentir. E não tenho vergonha do que sinto; apenas tenho medo de perder o que consegui com tanto custo.
 

Um comentário:

  1. Olá..adorei seu blog, faça uma visita ao meu!

    http://danieleflorenciosilva.blogspot.com.br/

    Podemos trocar experiências na escrita..abraços!

    ResponderExcluir